Buscar em todo o site

Somente em agenda

Somente em comissões

Somente em galerias

Somente em publicações

Somente em setores

Somente em subseções

Integrantes da OAB/RO comentam criação de Portaria para regular atuação da PGFN

Página Inicial / Integrantes da OAB/RO comentam criação de Portaria para regular atuação da PGFN

Ouça a versão em áudio

Elton Assis, Franciany de Paula e Breno de Paula

Foi publicada a Portaria nº 8.304/2019 da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN), que dispõe sobre a criação de grupo de trabalho para propor a regulamentação da atuação da PGFN na transação de créditos tributários federais. Após a divulgação da portaria, membros da OAB Rondônia – especialistas na área tributária – destacam a importância da portaria.

A conselheira federal por Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO), Franciany de Paula, comenta que a União Federal inaugura uma nova fase para solução de litígios tributários. “É um absurdo a cifra de R$ 5 trilhões de reais em litígios entre Fisco e Contribuintes. Temos que melhorar o ambiente de negócios no país”.

Para o presidente da Comissão de Direito Tributário da OAB/RO, Breno de Paula, isso constitui um progresso nas regulamentações tributárias. “A União Federal avança ao buscar meios alternativos para cobrança de tributos. Desde a instituição do Código Tributário Nacional é a primeira vez que se regulamenta a transação a nível federal”, afirmou.

Elton Assis, presidente da Seccional, destaca a preocupação dos membros da OAB que estão vigilantes às questões que envolvem as mudanças e propostas inovadoras que visam desburocratizar o sistema tributário e promover avanços.

A Portaria estabelece, dentre outras disposições, que o grupo será coordenado pela procuradora-geral adjunta de consultoria e estratégia da representação judicial e administrativa tributária e pelo procurador-geral adjunto de consultoria tributária e previdenciária que, dentre outras atribuições, devem: promover articulação com representantes da Secretaria Especial da RFB, se houver interesse desta, para eventuais estudos e/ou reuniões em conjunto; e encaminhar ao procurador-geral da Fazenda Nacional relatório final, instruído com a proposta de regulamentação do grupo.

Ademais, a Portaria determina que é dever dos integrantes do grupo de trabalho observar o sigilo das atividades, nas hipóteses legais ou quando solicitado por algum dos coordenadores. Além de cumprir os prazos fixados para atendimento às atividades designadas pelo Coordenador do grupo e participar das reuniões.

A Portaria entrou em vigor no dia 31 de outubro deste ano, data de sua publicação. Os Coordenadores do grupo de trabalho tratados na Portaria, apresentarão ao Procurador-Geral da Fazenda Nacional, tão logo seja possível, a proposta de prazo para conclusão das atividades do grupo.

Fonte da Notícia: Ascom OAB/RO

Mais Publicações

Acessos Rápidos

Mateus Brasil responsável

69 3217-2122 telefone
Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Ana Flávia responsável

69 3217-2112 telefone
Luana Maia responsável

69 3217-2108 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Jaqueline Freitas responsável

69 3217-2114 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Marcelo MarquesShirley Vasconcelos, responsável

Ana Cristina, Amabile Casarin,Sarah Silva,Taciana Guzman, responsável

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Khenia Medeiros responsável

69 3217-2103 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2101 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2100 telefone
Leandra Nomerg responsável

69 3217-2110 telefone
Jessica Delai responsável

69 3217-2124 telefone
Daniel Nevony responsável

69 3217-2121 telefone
Isa CarneiroIrlene França,Rosa Brilhante, responsável

Elen RodriguesJane Paulino, responsável

69 3217-2123 telefone