Buscar em todo o site

Somente em agenda

Somente em comissões

Somente em galerias

Somente em publicações

Somente em setores

Somente em subseções

Somente em TED

Urso Branco: OAB/RO apura denúncias feitas por advogados

Página Inicial / Urso Branco: OAB/RO apura denúncias feitas por advogados

Ouça a versão em áudio

A Comissão de Assuntos Penitenciários da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RO) realizou diligência in loco na Casa de Detenção José Mário Alves da Silva, conhecida como presídio Urso Branco, para apurar denúncias de demora excessiva para retirada de apenados para atendimento dos advogados, tendo o profissional a aguardar até três horas para falar com seu cliente.

De acordo com o relatório, o diretor da unidade, Marcos Moreira de Souza, informou que atualmente o advogado espera em torno de uma hora a uma hora e meia para atender seu cliente no parlatório. Ele atribui a demora ao baixo número de agentes penitenciários e ao movimento paredista da categoria.

Na oportunidade, foi solicitado ao diretor do Urso Branco que acrescente dois campos no livro de registro: hora do atendimento e hora de saída, com o objetivo de ter mais transparência quanto aos horários que o advogado entra na unidade e que tem franqueado o seu direito de atender o cliente.

O presidente da OAB/RO, Elton Assis, ressalta que as diligências são importantes para apurar possíveis violações das prerrogativas dos advogados. “As prerrogativas da advocacia são essenciais para a defesa da sociedade e nós não podemos aceitar que um cidadão tenha qualquer um de seus direitos cerceado”. O presidente diz ainda que manter o mínimo de dignidade dos privados de liberdade contribui para a ressocialização.

Fadrício Santo, presidente da Comissão de Assuntos Penitenciários, fala que é inadmissível que o advogado tenha que esperar três horas para ter franqueado acesso ao seu constituinte. “Vivemos uma espécie de estado de exceção no sistema carcerário, com violações de direitos e garantias individuais dos privados de liberdade. A OAB Rondônia está vigilante e continuará intervindo para que se reestabeleça o estado de direito”.

Fonte da Notícia: Ascom OAB/RO

Mais Publicações

Acessos Rápidos

Nenhum evento próximo encontrado.
Márcia Cristina ,Josué Henrique,David Lukas / Whatsapp (999610279) responsáveis

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Ana Flávia responsável

69 3217-2112 telefone
Luana Maia,Daniele Matos responsáveis

69 3217-2108 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Jaqueline Freitas responsável

69 3217-2114 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Marcelo Marques,Shirley Vasconcelos responsáveis

Ana Cristina,Taciana Guzman,Maria Odete,Queli Cristina responsáveis

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Khenia Medeiros responsável

69 3217-2103 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2101 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2100 telefone
Leandra Nomerg responsável

Jessica Delai,Daniele Matos responsáveis

69 3217-2124 telefone
Daniel Nevony responsável

69 3217-2121 telefone
Isa Carneiro,Irlene França,Rosa Brilhante responsáveis

Elen Rodrigues,Jane Paulino responsáveis

69 3217-2123 telefone