Buscar em todo o site

Somente em agenda

Somente em comissões

Somente em galerias

Somente em publicações

Somente em setores

Somente em subseções

Somente em TED

“Autodeclaração de Cor ou Raça” como requisito obrigatório para se inscrever na OAB é tema de debate em live

Página Inicial / “Autodeclaração de Cor ou Raça” como requisito obrigatório para se inscrever na OAB é tema de debate em live

Em mais um projeto pedagógico de educação continuada para a advocacia rondoniense, a OAB Rondônia por meio da Comissão de Igualdade Racial e Verdade da Escravidão Negra, promoveu na noite desta segunda-feira (24), a live “Autodeclaração como Requisito para Inscrição nos Quadros da Ordem”. O evento contou com o apoio da Escola Superior da Advocacia de Rondônia (ESARO) e foi transmitida no Facebook (@esa.rondonia) e canal do YouTube da ESARO (ESA Rondônia).

Recentemente, o Pleno do Conselho Federal da OAB aprovou a obrigatoriedade da autodeclaração de cor ou raça como requisito para inscrição nos quadros da Ordem, sem prejuízo de iniciativas já vigentes em diversas seccionais. Houve unanimidade do Pleno na aprovação da matéria.

A conselheira federal por Rondônia, Franciany de Paula, que foi relatora do projeto, salientou que “a iniciativa da autodeclaração é imprescindível para se identificar, dentro do sistema Ordem, advogadas e advogados negros e, assim, poder implementar políticas necessárias dentro e fora da OAB, em cumprimento às diretrizes impostas pelo Estatuto da Igualdade Racial”.

O presidente da Comissão, Gabriel Lopes, frisou que o evento foi mais uma oportunidade para dialogar com a advocacia e a sociedade sobre a igualdade racial. “Sem dúvida é uma importante vitória alcançada, pois demonstra a relevância da pauta racial para a OAB Nacional”, destacou.

A presidente da Comissão de Igualdade da OAB do Amapá, Maria Carolina, falou da importância do projeto para a advocacia negra e do avanço que isso representa. “Independente de fazermos parte do sistema de justiça, infelizmente o racismo existe e está presente no cotidiano das pessoas. É essencial que haja paridade de participação de profissionais e mulheres negras, haja políticas de equidade e se discuta as prerrogativas desses profissionais. Esse projeto é um ponta pé inicial e uma vitória para começarmos a falar de direitos da advocacia negra”, disse.

Quer assistir a live e saber mais? Acesse os canais do Facebook ou no YouTube .

Fonte da Notícia: Ascom OAB/RO

Mais Publicações

Acessos Rápidos

Nenhum evento próximo encontrado.
Márcia Cristina ,Josué Henrique,David Lukas / Whatsapp (999610279) responsáveis

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Ana Flávia responsável

69 3217-2112 telefone
Luana Maia,Daniele Matos responsáveis

69 3217-2108 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Jaqueline Freitas responsável

69 3217-2114 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Marcelo Marques,Shirley Vasconcelos responsáveis

Ana Cristina,Taciana Guzman,Maria Odete,Queli Cristina responsáveis

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Khenia Medeiros responsável

69 3217-2103 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2101 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2100 telefone
Leandra Nomerg responsável

Jessica Delai,Daniele Matos responsáveis

69 3217-2124 telefone
Daniel Nevony responsável

69 3217-2121 telefone
Isa Carneiro,Irlene França,Rosa Brilhante responsáveis

Elen Rodrigues,Jane Paulino responsáveis

69 3217-2123 telefone