Buscar em todo o site

Somente em agenda

Somente em comissões

Somente em galerias

Somente em publicações

Somente em setores

Somente em subseções

Somente em TED

CFOAB ingressará como amicus curiae na ADI 5708 para defender a descriminalização da Cannabis para fins medicinais e científicos

Página Inicial / CFOAB ingressará como amicus curiae na ADI 5708 para defender a descriminalização da Cannabis para fins medicinais e científicos

Ouça a versão em áudio

Nesta segunda-feira (7), o Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu, por unanimidade, autorizar a diretoria do Conselho Federal (CFOAB) a ingressar como amicus curiae na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5708, de relatoria da ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), para defender a descriminalização da Cannabis para fins medicinais e científicos e para permitir que associações e pessoas necessitadas possam utilizar e cultivar a planta para tratamentos medicinais.

Com a decisão, a OAB Nacional manifesta publicamente apoio institucional à regulação do plantio, da cultura e da colheita de Cannabis exclusivamente para fins medicinais e científicos, nos termos do parágrafo único do art. 2º da Lei de Drogas (11.343/06). Além disso, será criada uma comissão especial multidisciplinar, no âmbito da OAB Nacional, para o acompanhamento da regulação da Cannabis medicinal nos diversos órgãos que tratam do assunto, no Judiciário, Legislativo e Executivo.

O presidente da Seccional Rondônia (OAB/RO), Elton Assis, comenta que apoiar o uso medicinal da Cannabis é defender o direito de pessoas que têm conseguido uma melhora de vida devido à planta. “Nós precisamos avançar quanto à pesquisa de uma substância que já tem se mostrado satisfatória no tratamento de diversas patologias e o primeiro passo é a devida regulamentação de sua utlização”.

O relator do processo no Conselho Pleno, o conselheiro federal por Rondônia, Alex Sarkis, enfatiza que não debater o assunto pode significar o fim da vida e da esperança para essas pessoas, e a OAB, pelo seu compromisso constitucional, não pode se afastar do debate pela regulação responsável da Cannabis no Brasil. “Hoje, a questão humanitária se sobrepõe a qualquer outro dilema ou polêmica que o caso tenha levantado no passado. A OAB ingressará como amicus curiae na ADI para procurar implementar e efetivar o direito que essas famílias têm de buscar o mínimo de dignidade para essas pessoas que padecem com essas patologias”.

Confira abaixo, o voto do relator Alex Sarkis na íntegra.

Fonte da Notícia: Ascom OAB/RO

Mais Publicações

Acessos Rápidos

4 Dez
14h e 15h
próximo evento

Sessão do TED

Auditório OAB/RO

R. Paulo Leal, 1232-1300 - Nossa Sra. das Graças, Porto Velho - RO, 76804-128

local
32172123 mais informações
Márcia Cristina ,Josué Henrique,David Lukas / Whatsapp (999610279) responsáveis

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Ana Flávia responsável

69 3217-2112 telefone
Luana Maia responsável

69 3217-2108 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Jaqueline Freitas responsável

69 3217-2114 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Marcelo Marques,Shirley Vasconcelos responsáveis

Ana Cristina,,Taciana Guzman,Sarah Silva,Maria Odete,Elis Ramos responsáveis

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Khenia Medeiros responsável

69 3217-2103 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2101 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2100 telefone
Leandra Nomerg responsável

69 3217-2110 telefone
Jessica Delai responsável

69 3217-2124 telefone
Daniel Nevony responsável

69 3217-2121 telefone
Isa Carneiro,Irlene França,Rosa Brilhante responsáveis

Elen Rodrigues,Jane Paulino responsáveis

69 3217-2123 telefone