SETORES OAB/RO

17

ago 2017

310 Visualizações Notícias
Renata Fabris abre painel de Conferência em Roraima falando sobre cotas de gênero

Presidente da CMA, Renata Fabris

O papel da mulher advogada na sociedade foi o tema de abertura da 3ª Conferência Estadual da Advocacia em Roraima, promovida pela Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil no estado (OAB/RR). A atividade contou com a participação da presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA) da Seccional Rondônia (OAB/RO), Renata Fabris, que falou sobre ‘Eficiência ou ineficiência das cotas de gênero’.

Renata iniciou sua palestra lembrando que as mulheres ainda são minoria na política e em cargos de liderança na sociedade em geral e, especialmente, dentro da advocacia. “Hoje, nós mulheres representamos 52% dos eleitores do país, porém não ocupamos nem 10% das vagas do parlamento”, detalhou.

Falando especificamente sobre as cotas, a advogada destacou que, apesar dos avanços conquistados nos últimos anos, a representatividade das mulheres ainda é pequena e o sistema de cotas tenta de alguma forma reparar essa deficiência.

“O sistema de cotas na política foi criado para que as mulheres participassem mais da política, mas não funciona da forma que deveria. Hoje muitas mulheres ainda não querem assumir tais papéis, pois colocam a família acima de tudo. Isso acaba resultando em muitas candidaturas forjadas, em que o partido procura por ‘laranjas’ apenas para cumprir a cota de participação das mulheres”, ressaltou.

Renata Fabris durante evento realizado em Boa Vista (RR)

Para a presidente da CMA, os resultados comprovam a ineficiência do modelo atual. “Já há quem defenda as cotas de representatividade e não apenas as cotas eleitorais, talvez assim teríamos a tão sonhada igualdade pela qual sempre lutamos. E, ao contrário do que muitos pensam, nós precisamos sim dos homens, que eles nos apoiem e nos ajudem a conquistar esse espaço”, frisou.

Também em relação à OAB, Renata lamentou a quase inexpressiva participação feminina nos cargos de liderança. “O mesmo problema enfrentado na política e na sociedade em geral também enfrentamos na OAB. A Advogada tem dificuldade em assumir cargos de responsabilidade pois precisam, além de trabalhar, administrar uma casa, uma família. De 27 seccionais, temos apenas uma mulher presidente e na vice-presidência temos 13. Esses números são mais expressivos quando falamos em conselhos e comissões”, concluiu.

A 3ª Conferência Estadual da Advocacia de Roraima começou no dia 14 de agosto e vai até essa quinta-feira (17). O evento conta com a participação dos mais renomados juristas, profissionais e acadêmicos de todo o país.

FONTE: Ascom OAB/RO