Buscar em todo o site

Somente em agenda

Somente em comissões

Somente em galerias

Somente em publicações

Somente em setores

Somente em subseções

Comissão da Mulher Advogada participa de palestra sobre violência contra a mulher em Unidade de Saúde de Vilhena

Página Inicial / Comissão da Mulher Advogada participa de palestra sobre violência contra a mulher em Unidade de Saúde de Vilhena

Ouça a versão em áudio

A Comissão da Mulher Advogada (CMA) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) participou, na terça-feira (8), da palestra sobre violência contra a mulher. O evento ocorreu na Unidade Básica de Saúde Afonso Mansur, em Vilhena.

A iniciativa, deu início à campanha do Outubro Rosa da Unidade e teve como objetivo alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância do tratamento e diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer de colo de útero.

Ainda na ocasião, foi apresentado um violentômetro que permite às vítimas identificar os tipos de violência a que estão sendo submetidas, bem como a forma adequada de pedir ajuda.

O presidente da OAB/RO, Elton Assis, salienta a importância do diagnóstico e prevenção do câncer de mama. “É essencial a participação da Comissão em eventos como este, porque é uma oportunidade de debater o assunto que muitas mulheres desconhecem a importância e conscientizar a sociedade”.

A presidente da CMA de Vilhena, Iracema Martendal Cerrutti, conta que a iniciativa visou levar o conhecimento sobre a violência contra a mulher. “A participação da Comissão objetiva a interação social, além de esclarecer diversas dúvidas. Parabenizo a iniciativa da CMA estadual em participar deste evento em prol das mulheres”.

A vice-presidente da Comissão Glória Chris Gordon que palestrou o evento mencionou que a violência contra a mulher pode ser física, moral, psicológica, patrimonial, sexual e consubstancia-se em qualquer conduta capaz de causar à mulher dano emocional e diminuição da autoestima. “Os direitos das mulheres se encontram estabelecidos na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06) e na Lei 13.104/15 que alterou o Código Penal, incluindo o feminicídio como qualificadora”.

A coordenadora do evento, a enfermeira residente em saúde da família, Georgya Maria Tomaz Azevedo Gambarra, disse que a palestra causou reflexão importante entre os profissionais da saúde e pacientes que estavam presentes.

Fonte da Notícia: Ascom OAB/RO

Mais Publicações

Acessos Rápidos

Mateus Brasil responsável

69 3217-2122 telefone
Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Ana Flávia responsável

69 3217-2112 telefone
Luana Maia responsável

69 3217-2108 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Jaqueline Freitas responsável

69 3217-2114 telefone
Alexia Alves responsável

69 3217-2113 telefone
Marcelo MarquesShirley Vasconcelos, responsável

Ana Cristina, Amabile Casarin,Sarah Silva,Taciana Guzman, responsável

Cristiane Lima responsável

69 3217-2112 telefone
Khenia Medeiros responsável

69 3217-2103 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2101 telefone
Elisângela Oliveira responsável

69 3217-2100 telefone
Leandra Nomerg responsável

69 3217-2110 telefone
Jessica Delai responsável

69 3217-2124 telefone
Daniel Nevony responsável

69 3217-2121 telefone
Isa CarneiroIrlene França,Rosa Brilhante, responsável

Elen RodriguesJane Paulino, responsável

69 3217-2123 telefone